All News

Browse or search our full listing of arts and culture policy news, from IFACCA announcements, editorials and international news, to events and opportunities. Use the filters to refine your search by country, theme, topic or date.
 

Showing 324 results, ordered by Latest first.

Aprovado pela Câmara, projeto que torna lei o Programa Cultural Viva vai à sanção Info, 02 July 2014, Brazil

O projeto de lei que institui o Programa Nacional de Cultura, Educao e Cidadania, o chamado Cultura Viva, e estabelece normas para o funcionamento do programa, foi aprovado nesta tera-feira (1) pela Cmara dos Deputados e segue agora para sano presidencial. O projeto j havia sido aprovado pelos deputados, mas foi alterado na votao no Senado, o que exigiu nova anlise da Cmara. De autoria da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), o projeto institui a Poltica Nacional de Cultura Viva, em conformidade com o que estabelece a Constituio, tendo como base a parceria da Unio, dos estados, do Distrito Federal e dos municpios com a sociedade civil, no campo da cultura. A proposta tem como objetivo ampliar o acesso da populao aos direitos culturais. A aprovao do projeto foi possvel graas a acordos entre todos os lderes partidrios para adiar para hoje (2) a votao do requerimento de urgncia para apreciao do projeto de decreto legislativo, que susta os efeitos do Decreto Presidencial 8.243/14, que cria a Poltica Nacional de Participao Social. Pelo acordo, os parlamentares decidiram continuar a votao da urgncia para a proposta na sesso de amanh. O autor do projeto de decreto legislativo, deputado Mendona Filho (DEM-PE), disse que no era possvel colocar em votao o requerimento de urgncia com menos de 300 deputados na Cmara. Segundo ele, para que a votao ocorra so necessrios no mnimo 350 deputados na Casa. Isso porque, para a aprovao de urgncia, so necessrios, no mnimo, votos favorveis de 257 deputados. No inicio da sesso deliberativa, o presidente da Cmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), explicou aos parlamentares que as negociaes com o Palcio do Planalto para a revogao do Decreto 8.243/14 no prosperaram, razo pela qual ele iria colocar o requerimento em votao. O decreto presidencial institui conselhos populares para assessorar a formulao de polticas pblicas pelo governo. Segundo Henrique Alves, o decreto no pode criar rgos e confronta normas sobre democracia participativa, cuja regulamentao deve ser por lei. "O decreto est ainda em desarmonia com o princpio de separao dos poderes, pois ao Congresso Nacional cabe, precipuamente, a formulao de polticas pblicas depois de debate amplo".